MADAGASCAR - ASPECTOS GEOGRÁFICOS E SOCIAIS


GEOGRAFIA: Área: 587.041 km². Hora local: +6h. Clima: tropical (maior parte) e árido tropical (extremo sul). Capital: Antananarivo. Cidades: Antananarivo (1.130.300) (aglomeração urbana), Toamasina (140.000), Antsirabe (125.600), Mahajanga (115.800), Fianarantsoa (110.000) (2011).

POPULAÇÃO: 18,1 milhões (2011); nacionalidade: malgaxe; composição: grupos étnicos autóctones 98% (principais: merinas 15%, betsimissaracas 9%, betsileus 7%, tsimihetes 4%, antaissacas 4%), comorenses, indianos, paquistaneses, franceses e outros 2%. Idiomas: francês, malgaxe (oficiais), hova, línguas regionais. Religião: cristianismo 49,5% (protestantes 25,7%, católicos 23%, outros 7% - dupla filiação 6,2%), crenças tradicionais 48%, outras 2,3%, sem religião 0,3%. Moeda: franco malgaxe.

RELAÇÕES EXTERIORES: Organizações: Banco Mundial, FMI, OMC, ONU, UA. Embaixada: Missão Permanente de Madagáscar junto às Nações Unidas. 820, Second Avenue, suite 800, New York, NY 10017, EUA; e-mail: madagascar@un.int.

GOVERNO: República parlamentarista. Div. administrativa: 6 províncias autônomas subdivididas em departamentos. Partidos: Eu Amo Madagáscar (TIM), União Nacional (FP), União pelo Socialismo e a Democracia (RPSD), Associação pelo Renascimento de Madagáscar (Arema). Legislativo: bicameral – Assembléia Nacional, com 160 membros; Senado, com 90 membros. Constituição: 1992.

 Antananarivo

Situada no oceano Índico, Madagáscar é a quarta maior ilha do mundo. Possui 18 grupos étnicos, com influência predominante dos malaio-polinésios, antigos colonizadores asiáticos. O isolamento geográfico favoreceu o desenvolvimento de espécies únicas de flora e fauna: a maioria dos mamíferos e das plantas e metade dos pássaros de Madagáscar não existem em outro lugar da Terra.

HISTÓRIA
Por volta do século V, povos malaio-polinésios e africanos ocupam a ilha. O contato com europeus se dá com a chegada de navegantes portugueses, em 1506. O reino de Imerina é fundado no fim do século XVI. Em fins do século XIX, uma expedição militar francesa chega à região. O território passa a ser colônia da França em 1896. Após se tornar república autônoma, em 1958, a ilha conquista a independência em junho de 1960. Philibert Tsiranana assume a Presidência.

Ditadura - Em 1975, um golpe militar leva ao poder o capitão Didier Ratsiraka, que governa ditatorialmente por 17 anos. Em 1992 é aprovada nova Constituição. Realizam-se eleições presidenciais, e vence o oposicionista Albert Zafy. Acusado de desrespeitar a Constituição, Zafy sofre processo de impeachment e é destituído em 1996. Nas eleições desse ano, o ex-ditador Ratsiraka consegue a vitória.

Uma tentativa de fraude contra o candidato de oposição Marc Ravalomanana, nas eleições presidenciais de 2001, gera um conflito que só acaba com a fuga de Ratsiraka e o reconhecimento do novo governo. Ainda em 2002, o partido do presidente, Eu Amo Madagáscar, obtém 103 das 160 cadeiras na Assembléia Nacional. Em março de 2004, o ciclone tropical Gafilo deixa 200 mil desabrigados no país e pelo menos 169 mortos.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários: